Impact on average vehicle speed with the introduction of educational actions and optical character recognition equipment in the Federal District, Brazil

Alan Ricardo da Silva, Murilo de Melo Santos

Resumo


Todos os anos, os acidentes de trânsito deixam milhões de pessoas mortas e feridas em todo o mundo. O excesso de velocidade é um dos fatores que mais contribuem para a gravidade dos acidentes. A implantação de equipamentos eletrônicos de controle de velocidade viária promove a redução dos acidentes de trânsito e seus efeitos. Apesar da eficácia desses dispositivos, alguns motoristas têm o hábito de frear antes e acelerar após os pontos de verificação. Uma possível solução para o problema desse efeito de aceleração e suas consequências pode ser por meio do controle da velocidade média. O objetivo deste trabalho é verificar o comportamento dos condutores de veículos quanto à velocidade média entre os pontos de controle quando submetidos a ações educativas. Para isso, duas ações educativas foram aplicadas em trechos de três rodovias do Distrito Federal. A primeira ação alertou os condutores de veículos que havia equipamentos na rodovia para monitoramento da velocidade média entre os postos de controle, e a segunda ação foi o envio de correspondência aos proprietários de veículos que ainda trafegassem acima da velocidade média tolerada, após a primeira ação educativa. Os resultados da segunda ação educativa indicaram muito pouca variação na velocidade média quando comparados com os dados da primeira ação educativa.

Palavras-chave


Velocidade média. OCR. Radares fixos.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Autostrade Tech (2019) Tutor System. Available at: http://www.autostradetech.it/en/solutions/security-access-control/tutor-system.html. Retrieved in fev. 2019.

Bernardi, E. (2014) Os Sistemas de Identificação Veicular, em Especial o Reconhecimento Automático de Placas. MSc. Disser-tation. Departamento de Engenharia de Transportes. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo, SP, 167 p.

Blair, R. C. and Higgins J. J. (1985) Comparison of the power of the paired samples t test to that of Wilcoxon's signed-ranks test under various population shapes. Psycho. Bull. 97: 119-128. DOI: 10.1037/0033-2909.97.1.119.

Brasil (2011) Resolução n° 396, de 13 de dezembro de 2011. Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização de velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de Trânsito Brasileiro. Available at: https://www.infraestrutura.gov.br/images/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_396_11.pdf. Retrieved in August, 2019.

Cameron, M. (2008) Development of Strategies for Best Practice in Speed Enforcement in Western Australia: Supplementary Report. Monash University Accident Research Centre, 50 p.

Cannell, A. E. R. and Gold, P. A. (2001) Reduzindo acidentes: o papel da fiscalização de trânsito e do treinamento de motorista. Banco Interamericano de Desenvolvimento. Washington, D.C. 1ª Edição,79 p.

Ferraz, C.; Raia JR, A.; Bezerra, B.; Bastos, T. and Rodrigues, K. (2012) Segurança Viária. São Carlos. Suprema Gráfica, 321 p.

Frith, W.J.; Strachan, G. and Patterson, T. (2005) Road Safety Implications of Excessive and Inappropriate Vehicle Speed. Australasian Road Safety Handbook, Sydney, v. 2, p. 24-31.

Gold, P. (2003) Documento Técnico – Fiscalização Eletrônica de Velocidade. Available at:http://www.perkons.com/pt/estudos-e-pesquisas-detalhes/30/fiscalizacao-eletronica-de-velocidade. Retrieved in March, 2019.

OECD (2018) Speed and Crash Risk. Research Report. International Traffic Safety Data and Analysis Group. Organisation for Economic Cooperation and Development. International Transport Forum. Paris. 80 p.

Oliveira, D. F.; Friche, A. A6. L.; Costa, D. A. S.; Mingoti, S. A. and Caiaffa, W. T. (2015) Do speed cameras reduce speeding in urban areas? Cadernos de Saúde Pública, v. 31 supl. Rio de Janeiro. DOI: 10.1590/0102-311X00101914.

Owen, R.; Ursachi, G. and Allsop, R. (2016) The Effectiveness of Average Speed Cameras in Great Britain. The Royal Automo-bile Club Foundation for Motoring Ltd, 37p.

Rodrigues, C. M. S.; Bezerra, L. M.; Sales, M. R. S and Bezerra, M. S. (2018) Educação para o trânsito: Desafios e perspectivas para a sociedade maranhense. Congresso Nacional de Educação, Olinda, PE, v. 1, 8p.

Swov (2007) Sustainable Safety: principles, misconceptions and relations with other visions SWOV Fact sheet, SWOV. Insti-tute for Road Safety Research, Leidschendam.

Soole, D. W.; Watson, B. C. and Fleiter, J. J (2013) Effects of Average Speed Enforcement on Speed Compliance and Crashes: A review of the literature. Accident Analysis and Prevention, v 54, p. 46-56. DOI: 10.1016/j.aap.2013.01.018.

Vanlommel, M.; Hourbraken, M.; Audenaert, P.; Logghe, S.; Pickavet, M. and De Mayer, P. (2015) An Evaluation of Section Con-trol Based on Floating Car Data. Transportation Research Part C, v 58, p. 617-627. DOI: 10.1016/j.trc.2014.11.008.

Yamada, M. G. (2005) Impactos dos Radares Fixos na Velocidade e na Acidentalidade em Trecho da Highway Washington Luís. MSc. Dissertation, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, SP, 129 p.

Wegman, F. and Goldenbeld, C. (2006) Speed Management: enforcement and new Technologies. Report Documentation. SWOV Institute for Road Safety Research. Leidschendam. 29 p.

WHO (2008) World Health Organization. Speed Management: A Road Safety Manual For Decision- Makers and Practitioners. Available at:. Re-trieved in October, 2018.

WHO (2009) World Health Organization. Informe sobre La Situación Mundial de La Seguridad Vial: Es Hora de Pasar a La Acción. Available at:. Retrieved in February, 2019.

Wilson, C.; Willis, C.; Hendrikz, J.; Le Brocque, R. and Bellamy, N. (2010) Speed cameras for the Prevention of Road traffic injuries and Deaths. Cochrane Database of Systematic Reviews. (10):CD004607. DOI: 10.1002/14651858.CD004607.pub3.

Zar, J. H. (2010) Biostatistical Analysis (5ª ed). Pearson, New Jersey, USA.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v28i5.2434

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Alan Ricardo da Silva, Murilo de Melo Santos

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.