Avaliação de parâmetros FAD-CI e seus impactos na vida de fadiga de misturas asfálticas

Autores

  • Jardel Andrade de Oliveira Universidade do Ceará, Ceará – Brasil
  • Jorge Barbosa Soares Universidade do Ceará, Ceará – Brasil
  • Luis Alberto Herrmann do Nascimento Universidade do Ceará, Ceará – Brasil https://orcid.org/0000-0003-0885-0272

DOI:

https://doi.org/10.14295/transportes.v29i4.2017

Palavras-chave:

Pavimentos asfálticos, Misturas, Fadiga, Dano, Modelagem

Resumo

Entre as patologias mais comuns em pavimentos estão a deformação permanente e o trincamento por fadiga de misturas asfálticas a quente usadas no revestimento. Os defeitos destacados ainda carecem de metodologias laboratoriais simples e consistentes capazes de apontar misturas com maior potencial de resistência. Há teorias que contribuem, ainda na fase de projeto, para a seleção de granulometrias e de outros parâmetros, com vistas a produzir misturas com maior capacidade de resistir a defeitos em campo. A FAD-CI (Faixa de Agregados Dominantes, considerando os Componentes Intersticiais) é uma promissora metodologia de seleção granulométrica. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a capacidade de 6 misturas, observando se aquelas que atendem os critérios da metodologia investigada apresentam comportamento superior quanto à fadiga. Para isso, selecionaram-se misturas de um banco de dados composto por 54 misturas, de forma que a primeira mistura não atendesse qualquer dos parâmetros e, paulatinamente, os parâmetros fossem sendo atendidos. Após os ensaios laboratoriais e a avaliação das simulações das vidas de fadiga, concluiu-se que as misturas que atendiam a mais parâmetros da metodologia FAD-CI apresentaram maior resistência à fadiga.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AASHTO T 342 (2011) Standard Method of Test for Determining Dynamic Modulus of Hot Mix Asphalt (HMA). Washington, D.C.-USA.

AASHTO TP 107 (2018) Method of Test For Determining the Damage Characteristic Curve of Asphalt Mixtures From Direct Ten-sion Cyclic Fatigue Tests. American Association of State Highway and Transportation Officials. Washington, D.C.-USA.

Almeida, F. J. P. (2019) Modelagem Computacional de Misturas Asfálticas com Utilização do Método dos Elementos Finitos e da Teoria do Dano Contínuo. Tese (doutorado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará (UFC). Fortaleza-CE. Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40405> (acesso em 18/08/2021).

ASTM E1823 (2013) Standard Terminology Relating to Fatigue and Fracture Testing, ASTM International. Pennsylvania-USA.

Babadopulos, L. F. A. L. (2014) A Contribution to Couple Aging to Hot Mix Asphalt (HMA) Mechanical Characterization Under Load-Induced Damage. Dissertação (mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes, Universida-de Federal do Ceará (UFC). Fortaleza-CE. Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11164> (acesso em 18/08/2021).

Babadopulos, L. F. A. L; J. B. Soares e V. T. F. Castelo Branco (2015) Interpreting Fatigue Tests in Hot Mix Asphalt (HMA) Using Concepts from Viscoelasticity and Damage Mechanics. Revista Transportes, v. 23, n. 2, p. 85–94. DOI: 10.14295/transportes.v23i2.898

Chun, S. e K. Kim (2016) Effectiveness of Dominant Aggregate Size Range – Interstitial Component Criteria For Consistently En-hanced Cracking Performance of Asphalt Mixtures in the Field. Canadian Journal of Civil Engineering, v. 43, p. 523–531. DOI: 10.1139/cjce-2015-0517

CNT (2018) Pesquisa CNT de Rodovias 2018: Relatório Gerencial. CNT, SEST, SENAT. Distrito Federal – Brasília.

DNIT 031 (2016) Pavimentos Flexíveis – Concreto Asfáltico. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Institu-to se Pesquisas Rodoviárias. Rio de Janeiro-RJ.

DNIT 183 (2018) Pavimentação Asfáltica - Ensaio de Fadiga por Compressão Diametral à Tensão Controlada. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Instituto De Pesquisas Rodoviárias. Rio de Janeiro-RJ.

Fengler, R. Z. (2018) Caracterização de Ligantes e Misturas Asfálticas Modificados com a Adição de Trinidad Lake Asphalt. Disser-tação (mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Rio de Janeiro-RJ. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11422/13418> (acesso em 18/08/2021).

Ferreira, J. L. S. (2015) Melhoramento da Resistência à Deformação Permanente de Misturas Asfálticas pela Escolha Granulomé-trica a partir da Metodologia da Faixa de Agregados Dominantes. Monografia (iniciação cientifica). Projeto de Graduação Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE.

Greene, J.; S. Chum e B. Choubane (2014) Enhanced Gradation Guidelines to Improve Asphalt Mixture Performance. Transporta-tion Research Record, v. 2456, p. 3–10. https://doi.org/10.3141/2456-01

Guarin, A. (2009) Interstitial Component Characterization to Evaluate Asphalt Mixture Performance. Tese (doutorado). Universi-dade da Florida. Gainesville-USA. Disponível em: <https://ufdc.ufl.edu/UFE0024951/00001> (acesso em 31/08/2021).

Hou, T.; B. S. Underwood e Y. R. Kim (2010) Fatigue Performance Prediction of North Carolina Mixtures Using the Simplified Viscoelastic Continuum Damage Model. Asphalt Paving Technology: Association of Asphalt Paving Technologists-Proceedings of the Technical Sessions, v. 79, p. 35–73.

Kim, S. (2006) Identification and Assessment of the Dominant Aggregate Size Range of Asphalt Mixture. Tese (doutorado). Uni-versidade da Florida. Gainesville-USA. Disponível em: <https://ufdc.ufl.edu/UFE0013464/00001> (acesso em 31/08/2021).

Kim, Y. R.; M. N. Guddati; B. S. Underwood; T. Y. Yun; V. Subramanian; S. Savadatti e S. Thirunavukkarasu (2009) Development of a Multiaxial Viscoelastoplastic Continuum Damage Model for Asphalt Mixtures. Publication FHWA-HRT-08-073, U.S. De-partment of Transportation, Federal Highway Administration.

Monismith, C. L. (1998) Asphalt Concrete: An Extraordinary Material for Engineering Applications. Thirtieth Henry M. Shaw Lecture in Civil Engineering. Department of Civil Engineering, College of Engineering North Carolina State University Ra-leigh. North Carolina State University. North Carolina, USA.

Nascimento, L. A. H. (2015) Implementation and Validation of the Viscoelastic Continuum Damage Theory for Asphalt Mixture and Pavement Analysis in Brazil. Tese (doutorado). Universidade Estadual da Carolina do Norte.

Raleigh-EUA. Disponível em: < https://repository.lib.ncsu.edu/handle/1840.16/10651> (acesso em 31/08/2021).

Nascimento, L. A. H. (2016) Apresentação Realizada no Departamento de Engenharia de Transportes na Universidade Fede-ral do Ceará. Data: 21 de dezembro de 2016, Fortaleza-CE.

Nascimento, L. A. H. (2018) Apresentação Realizada no CT-Asfalto N/NE na Universidade Federal do Ceará. Data: 12 de dezembro de 2018, Fortaleza-CE.

Nukunya, B.; R. Roque; M. Tia e B. Birgisson (2001) Evaluation of VMA and Other Volumetric Properties as Criteria for the Design and Acceptance of Superpave Mixtures. Journal of the Association of Asphalt Paving Technologists, v. 70, p. 38 – 69.

Portela Neto, M. G. (2018) Avaliação da Porosidade Marginal da Faixa de Agregados Dominantes em Misturas Asfálticas. Disser-tação (mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará (UFC). Fortaleza-CE. Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49901> (acesso em 18/08/2021).

Santiago, L. S.; L. F. A. L. Babadopulos e J. B. Soares (2019) Desenvolvimento de Função de Transferência para Previsão de Área Trincada em Pavimentos Asfálticos por Meio da Simulação do Dano por Fadiga Utilizando Modelo S-VECD e Análises Elásticas. Revista Transportes v. 28, n. 3, p. 121–136. https://doi.org/10.14295/transportes.v28i3.1900

Santiago, L. S.; S. A. T. Silva e J. B. Soares (2018) Determinação do Dano em Pavimentos Asfálticos por Meio da Combinação do Modelo S-VECD com Análises Elásticas. Revista Transportes v. 21, n. 2, p. 31 – 43. https://doi.org/10.14295/transportes.v28i3.1900

Sengoz, B. e A. Topal (2007) Minimum Voids in Mineral Aggregate in Hot-Mix Asphalt Based on Asphalt Film Thickness. Journal of Building and Environment v. 42, p. 3629 – 3635. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2006.10.005

Underwood, B. S.; H. E. T. Hou e Y. R. Kim (2009) Application of Simplified VECD Modeling to the Fatigue Prediction of Asphalt Concrete Mixtures. 7th International RILEM Symposium on Advanced Testing and Characterization of Bituminous Materials. Rhodes-Greece.

WHO (2018) Global Status Report on Road Safety – World Health Organization. CC BYNC-SA 3.0 IGO. Genebra-Suíça.

Zhou, F.; S. Hu e T. Scullion (2006) Integrated Asphalt (Overlay) Mixture Design Balancing Rutting and Cracking Requirements. Texas Department of Transportation and Federal Highway Administration Report 0-5123-1. Disponível em: <https://static.tti.tamu.edu/tti.tamu.edu/documents/0-5123-1.pdf> (acesso em 18/08/2021).

Downloads

Publicado

12-02-2021

Como Citar

de Oliveira, J. A. ., Soares, J. B., & do Nascimento, L. A. H. . (2021). Avaliação de parâmetros FAD-CI e seus impactos na vida de fadiga de misturas asfálticas. TRANSPORTES, 29(4), 2017. https://doi.org/10.14295/transportes.v29i4.2017