Eficiência dos terminais aeroportuários brasileiros considerando a percepção de satisfação do passageiro

Nathane Ana Rosa Negri, Giovanna Miceli Ronzani Borille

Resumo


A satisfação do passageiro em aeroportos é tema de grande importância para a comunidade científica e para o operador, dado que o usuário se trata de um importante cliente ao aeroporto. Observa-se, na literatura nacional e internacional, uma tendência em analisar a satisfação do usuário. Porém, é detectada uma lacuna no que diz respeito aos estudos que avaliam a eficiência aeroportuária com inserções de variáveis de percepção da satisfação do passageiro. Nesse contexto, o objetivo do artigo é avaliar a eficiência de 15 relevantes aeroportos brasileiros por meio do método da Análise Envoltória de Dados. O modelo permite analisar diferentes variáveis, sendo a satisfação dos usuários uma dessas variáveis (output). Mediante o modelo DEA-BCC, nota-se que 46,66% dos aeroportos avaliados apresentaram eficiência máxima relativa no ano de 2016, para os requisitos de análise.


Palavras-chave


Análise envoltória de dados, Terminal de passageiros aeroportuários, Satisfação do passageiro.

Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Concessões. Disponível em: http://www.anac.gov.br/assuntos/paginas-tematicas/concessoes. (Acessado em: 13 de novembro de 2017).

Ahn, Y. H. e H. Min (2014) Evaluating the multi-period operating efficiency of international airports using data envelopment analysis and the Malmquist productivity índex. Journal of Air Transport Management, v. 39, p. 12-22. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2014.03.005.

Angulo M. L.; N. L. Biondi; M. J.C.C.B. Soares e E.G. Gomes (2005). ISYDS - Integrated System for Decision Support (SIAD - Sistema Integrado de Apoio à Decisão): a software package for data envelopment analysis model. Pesquisa Operacional, v. 25, n. 3, p. 493-503.

Bandeira, M. C. G. S. P. e A. R. Correia (2008). Analysis of the degree of Importance of the Airport Passenger Terminal Compo-nents in São Paulo / Guarulhos International Airport. Journal of the Brazilian Air Transportation Research Society, v. 4, p. 25-34.

Banker, R. D.; A. Charnes e W. W. Cooper (1984). Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envel-opment. Management Science, v. 30, n. 9. DOI: 10.1287/mnsc.30.9.1078

Barros, C. P. e P. U. C. Dieke (2008) Measuring the economic efficiency of airports: A Simar–Wilson methodology analysis. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 44, n. 6, p. 1039–1051. DOI: 10.1016/j.tre.2008.01.001.

Barros, C. P. e P. U. C. Dieke (2008) Measuring the economic efficiency of airports: A Simar–Wilson methodology analysis. Transportation Research Part E, v. 44, n. 6, p. 1039–1051. DOI: 10.1016/j.tre.2008.01.001.

Belloni, J. A. (2000) Uma Metodologia de Avaliação da Eficiência Produtiva de Universidades Federais Brasileiras. Tese (Dou-torado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Bogicevic, V. (2017) The impact of traveler-focused airport technology on traveler satisfaction. Technological Forecasting & Social Change, v.123 (C), p.351-361. DOI: 10.1016/j.techfore.2017.03.038.

Brida, J. G.; L. Moreno-Izquierdo e S. Zapata-Aguirre. (2016) Customer perception of service quality: The role of Information and Communication Technologies (ICTs) at airport functional areas. Tourism Management Perspectives, v. 20, p. 209–216. DOI: 10.1016/j.tmp.2016.09.003.

Camioto, F. C. (2013) Consumo energético nos setores industriais brasileiros – Uma avaliação de desempenho e estratégias para redução da emissão de CO2. Tese (Doutorado). Engenharia de Produção, Escola de Engenharia de São Carlos, Uni-versidade de São Paulo, São Carlos.

Castro, E. L.; V. A. Falcão e F. C. Camioto (2017) Eficiência operacional dos principais aeroportos brasileiros entre 2010 e 2016 utilizando análise envoltória de dados. Simpósio XVI SITRAER. Rio de Janeiro.

Charnes, A.; W. W. Cooper e E. Rhodes (1978) Measuring efficiency of decision making units. European Journal of Operational Research, v. 2, n. 6, p 429-444. DOI: 10.1016/0377-2217(78)90138-8

Chi-Lok, A. Y. e A. Zhang (2009) Effects of competition and policy changes on Chinese airport productivity: An empirical in-vestigation. Journal of Air Transport Management, v. 15, n. 4, p. 166–174. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2008.09.003.

Cooper, W.W.; S. Li; L. M. Seiford; K. Tone; R. M. Thrall e J. Zhu. (2001). Sensitivity and stability analysis in DEA: some recent developments. Journal of Productivity Analysis, v. 15, n. 3, p. 217–246.

Falcão, V. A. e A. R. Correia (2012). Eficiência portuária: análise das principais metodologias para o caso dos portos brasileiros. Journal of Transport Literature [online], v. 6, n.4, p.133-146. ISSN 2238-1031.

Fan, L. W.; F. Wu e P. Zhou. (2014) Efficiency measurement of Chinese airports with flight delays by directional distance func-tion. Journal of Air Transport Management, v. 34(C), p. 140-145. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2013.10.002.

Ferreira, D. C.; R. C. Marques e M. I. Pedro. (2016) Comparing efficiency of holding business model and individual manage-ment model of airports. Journal of Air Transport Management, v. 57, p. 168-183. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2016.07.020.

Graham, A. (2014) Managing airports: An international perspective. 4nd Ed.

INFRAERO. (2016). Anuário Estatístico Operacional. Disponível em: http://www4.infraero.gov.br/media/642485/anuario_2016.pdf. (Acessado em: 09 de Outubro de 2017).

Lin, L. C. e C. H. Hong. (2006) Operational performance evaluation of international major airports: An application of data envelopment analysis. Journal of Air Transport Management, v. 12, n. 6, p. 342–351. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2006.08.002

Lozano, S. e E. Gutiérrez (2011) Slacks-based measure of efficiency of airports with airplanes delays as undesirable outputs. Computers & Operations Research, v. 38, n. 1, p. 131–139. DOI: 10.1016/j.cor.2010.04.007.

Mariano, E. B. (2008) Sistematização e Comparação de Técnicas, Modelos e Perspectivas não-paramétricas de análise de Eficiência Produtiva. 301f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Departa-mento de Engenharia de Produção, Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo, São Carlos.

Marques, R. C. e P. Simões (2010). Measuring the influence of congestion on efficiency in worldwide airports. Journal of Air Transport Management, v. 16, n. 6, p. 334-336. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.03.002.

Mckinsey & Company (2010). Estudo do Setor de Transporte Aéreo do Brasil: Relatório Consolidado. Banco Nacional de Desen-volvimento Econômico e Social. Rio de Janeiro.

Mello, J. C. C. B. S.; L. A. Meza; E. G. Gomes e L. B. Neto (2005). Curso de análise de Envoltória de Dados. In: XXXVII. Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional – SBPO, Gramado, Anais.

Merkert, R. e A. G. Assaf (2015) Using DEA models to jointly estimate service quality perception and profitability – Evidence from international airports. Transportation Research Part A: Policy and Practice, v.75, p.42–50. DOI: 10.1016/j.tra.2015.03.008.

Merkert, R. e L. Mangia (2014) Efficiency of Italian and Norwegian airports: A matter of management or of the level of com-petition in remote regions? Transportation Research Part A: Policy and Practice, v. 62, p. 30–38. DOI: 10.1016/j.tra.2014.02.007

Örkcü, H. H; C. Balikçi; M. I. Dogan e A. Genç (2016) An evaluation of the operational efficiency of Turkish airports using data envelopment analysis and the Malmquist productivity index. Transport Policy, v.48, p.92–104. DOI: 10.1016/j.tranpol.2016.02.008.

Pacheco, R. R. e E. Fernandes (2003) Managerial ef7iciency of Brazilian airports. Transportation Research Part A: Policy and Practice, v. 37, n. 8, p. 667–680. DOI: 10.1016/S0965-8564(03)00013-2.

Pels, E.; P. Nijkamp e P. Rietveld (2003) Inefficiencies and scale economies of European airport operations. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v.39, p.341–361. DOI: 10.1016/S1366-5545(03)00016-4.

Rosas, J. H. A. e L. A. Gemoets (2010) Measuring the efficiency of Mexican airports. Journal of Air Transport Management, v. 16, n. 16, p. 343-345. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.05.003.

Sarkis, J. (2000) An analysis of the operational efficiency of major airports in the United States. Journal of Operations Man-agement, v. 18, n. 3, p. 335–351. DOI: 10.1016/S0272-6963(99)00032-7

Tsekeris, T. (2011) Greek airports: Efficiency measurement and analysis of determinants. Journal of Air Transport Manage-ment, v. 17, n. 2, p. 140-142. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2010.06.002.

Tsui, W. H. K.; H. O. Balli; A. Gilbey e H. Gow (2014) Operational efficiency of Asia–Pacific airports. Journal of Air Transport Management, v.40, p.16–24. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2014.05.003.

Wanke, P. e C. P. Barros. (2017) Efficiency thresholds and cost structure in Senegal airports. Journal of Air Transport Man-agement, v. 58, p. 100-112. DOI: 10.1016/j.jairtraman.2016.10.005.

Wanke, P. F.; R. V. Silveira e F. G. Barros. (2009) Introdução ao planejamento da infraestrutura e operações portuárias: aplicações de pesquisa operacional. São Paulo: Atlas.

Website Hórus. Ministério dos transportes, Portos e Aviação Civil, Secretaria Nacional de Aviação Civil. Disponível em: https://horus.labtrans.ufsc.br/gerencial/#Principal. Acessado em: 09 de outubro de 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v27i1.1572

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Nathane Ana Rosa Negri, Giovanna Miceli Ronzani Borille

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.