Avaliação do impacto de veículos pesados na qualidade de serviço de rodovias de pista dupla usando dados empíricos

Fernando José Piva, José Reynaldo Setti

Resumo


Este trabalho visa avaliar o impacto de veículos pesados na qualidade de serviço de correntes de tráfego a partir de estimativas dos fatores de equivalência veicular em rodovias com três ou mais faixas de tráfego por sentido, obtidas a partir de dados empíricos coletados em rodovias paulistas, para intervalos de duração curta (5 ou 6 minutos). O fator de equivalência foi calculado para cada intervalo através do método de Huber, admitindo-se que a qualidade de serviço é a mesma para todas as faixas de tráfego naquele intervalo. O fluxo básico é o da faixa mais à esquerda, nos intervalos em que são detectados apenas automóveis, e o fluxo misto é o da faixa mais à direita, em que passam automóveis e caminhões. Os resultados obtidos sugerem que: (1) em 52% do tempo, a qualidade de serviço não é a mesma em todas as faixas da rodovia; (2) o impacto marginal dos caminhões decresce à medida em que a porcentagem de caminhões na corrente aumenta; e (3) as diferenças que existem no fator de equivalência em função do nível de serviço são menos evidentes em rampas mais ín-gremes, onde o efeito das limitações de desempenho dos caminhões é mais notado.


Palavras-chave


rodovias de pista dupla, qualidade de serviço, fator de equivalência, dados empíricos.

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, G. R. (2012) Capacidade e relação fluxo-velocidade em autoestradas e rodovias de pista dupla paulistas. Dissertação Mestrado, EESC-USP, São Carlos, SP.

Andrade, G. R. e Setti, J. R. (2014) Speed-flow relationship and capacity for expressways in Brazil. In: Innova-tive Applications of the HCM 2010. Transportation Research Circular E-C190, TRB, Washington, DC, p. 10–25.

Cunha, A. L. B. N. e Setti, J. R. (2009) Fatores de Equivalência para Caminhões em Rodovias de Pista Dupla. In: Anais do 6º Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, Florianópolis, SC (CD-ROM), 15 p.

Demarchi, S. H. e Setti, J. R. (2003) Limitations of passenger-car equivalent derivation for traffic streams with more than one truck type. Transportation Research Record, v. 1852, p. 96–104.

DOI: 10.3141/1852-13

Demarchi, S. H (2000) Influência dos Veículos Pesados na Capacidade e Nível de Serviço de Rodovias de Pista Dupla. Tese Doutorado, EESC-USP, São Carlos, SP.

Elefteriadou, L.; Torbic, D. e Webster, N. (1997) Development of passenger car equivalents for freeways, two-lane highways, and arterials. Transportation Research Record, v. 1572,p. 51¬58. DOI: 10.3141/1572-07

Huber, M. J. (1982) Estimation of passenger-car equivalents of trucks in traffic stream. Transportation Research Record, v. 869, p. 60–70.

Linzer, E. M., Roess, R. P. e McShane,W. R. (1979). Effect of trucks, buses, and recreational vehicles on freeway capacity and service volume. Transportation Research Record, v. 699, p. 17–25.

Pizzol, B. e Setti, J. R. (2013) Fusão de bancos de dados para estudo do efeito das condições meteorológicas no fluxo de veículos em rodovias paulistas. In: Anais do XXVII Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes (CD-ROM), ANPET, Belém, PA.

Riente, G.; Rodrigues-Silva, K. e Puty Filho, S. (2011) Panorama Normativo e Tecnológico da Avaliação Operacional das Concessões Rodoviárias. In: Anais do 7º Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, Foz do Iguaçu, PR (CD-ROM), 14 p.

Setti, J. R. (2009) Highway Capacity Manual ou Manual de Capacidade Viária? In: Anais do 6º Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, Florianópolis, SC (CD-ROM), 11 p.

Sumner, R.; Hill, D. e Shapiro, S. (1984) Segment passenger car equivalent values for cost allocation on urban arterial roads. Transportation Research A, v. 18-A, n. 5/6, p. 399– 406. DOI: 10.1016/0191-2607(84)90014-1

TRB (2010) Highway Capacity Manual 2010. Transportation Research Board, National Research Council, Washington, DC, EUA.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v23i4.949

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2015 Fernando José Piva, José Reynaldo Setti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.