Estudo dos mecanismos de geração de ruído de tráfego na interface pneu-pavimento

Manoel Fernando Freire Cabral, Fernando Silva Albuquerque, Osvaldo de Freitas Neto, Tatiana Máximo Almeida Albuquerque

Resumo


O ruído do tráfego influencia negativamente a sociedade. Contudo, a sociedade necessita que sejam mantidos os padrões mínimos de conforto acústico para exercerem suas atividades. Quando as velocidades de tráfego superam 40 km/h, a principal parcela do ruído por ele gerado é referente à interação pneu-pavimento. Neste trabalho são apresentadas algumas avaliações de ruído gerado na interface pneu-pavimento a diferentes velocidades de tráfego (40, 60 e 80 km/h), para vários tipos de revestimentos asfálticos aplicados no estado de Sergipe (misturas asfálticas convencionais e com ligantes modificados por polímeros, pré-misturados a frio e tratamentos superficiais). Observou-se que o aumento do ruído é diretamente proporcional ao aumento da velocidade de tráfego, variando também com a mudança de características de revestimentos asfálticos, tais como o índice de vazios, a textura superficial e a irregularidade longitudinal. Foi proposto um modelo de previsão para quantificar o Nível de Pressão Sonora (NPS) na interface pneu-pavimento a partir das características superficiais do revestimento asfáltico e da velocidade, fornecendo subsídios para que os projetistas possam indicar alternativas de pavimentação mais adequadas ao conforto acústico da sociedade, conhecidas por pavimentos silenciosos.


Palavras-chave


Ruído de tráfego; interface pneu-pavimento; pavimentos silenciosos.

Texto completo:

PDF

Referências


Albuquerque, F. S. (2007) Sistema de Gerência de Pavimentos para Departamentos Estradas do Nordeste Brasileiro. 303p. Tese de doutorado – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Albuquerque, F. S.; Núñez, W. P. (2011) Development of Roughness Prediction Models for Low-Volume Road Networks in Northeast Brazil. Transportation Research Record, v. 2205, p. 198-205. DOI: 10.3141/2205-25.

Almeida, E. R., Campos, A . C.; Miniti, A . (1982) Estudo audiométrico em operários da seção de "teste de motores" de uma indústria automobilística. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, 48: p.16-28.

Almeida, H. S.; Toledo, J. C. (1989) Método Taguchi: Qualidade voltada para o projeto do produto e do processo. Revista de Administração. 24 (4): p.62-68.

TRANSPORTES, v. 22, n. 1 (2014), p. 1-20.

ABNT (2000a) NBR 10151: Avaliação de ruído em áreas habitadas visando o conforto da comunidade. Associação Brasileira de Normas Técnicas, Rio de Janeiro.

ABNT (2000b) NBR 10152: Níveis de ruído para conforto acústico. Associação Brasileira de Normas Técnicas, Rio de Janeiro.

ASTM (2003) ASTM E-303-93: Standart Method for Measuring Frictional Properties Using the British Pendulum Tester. American Society for Testing and Materials. Annual book of ASTM Standarts, Road and Paving Materials; Vehicle Pavement Systems, Volume 04.03, USA, 5 p.

ASTM (2006) ASTM-E-965: Test for Measuring Surface Macrotexture Depth Using a Sand Volumetric Technique. American Society for Testing and Materials. Annual Book of ASTM Standards American Society for Testing and Materials, vol. 04.03, USA.

Bernhard, R.; Wayson, R. L. (2004) An introduction to tire/pavement noise of asphalt pavement. International Transport Research Documentation (ITRD) Database. Transportation Research Board, Washington D.C.

Bernucci, L. B.; Motta, L.M.G.Da; Ceratti, J. A. P.; Soares, J. B. (2006) Pavimentação Asfáltica- Formação Básica para Engenheiros. 2. ed. Rio de Janeiro: PETROBRAS & ABEDA.

CONAMA (1990). Resolução 001, de 08 de março de 1990: “Dispõe sobre critérios e padrões da emissão de ruídos das atividades industriais, comerciais, sociais ou recreativas, inclusive as de propaganda política”. Conselho Nacional do Meio Ambiente, Ministério do Meio Ambiente, Brasília, DF.

Concha-Barrientos, M.; Campbell-Lendrum, D.; Steenland, K.

(2004) Occupational noise: assessing the burden of disease from work-related hearing impairment at national and local levels. WHO Environmental Burden of Disease Series, Nº 9. Geneva, World Health Organization.

Dias, M. R.(2005) Utilização de mistura asfáltica com borracha pelo processo da via-seca execução de um trecho experimental urbano em Porto Alegre – RS. 2005. 135p. Dissertação de mestrado, PPGEC/UFRGS, Porto Alegre.

FHWA (1998) FHWA Traffic Noise Model. Federal Highway Administration. (FHWA TNM®) Technical Manual. U.S. Department of Transportation.

FHWA (2000) Highway traffic noise en the United States – Problem and Response. Federal Highway Administration. U.S. Department of Transportation.

Freitas, E. (2008) Contribuição da Superfície dos Pavimentos para a Produção de Ruído. Universidade do Minho, Departamento de Engenharia Civil. Guimarães, Portugal.

Gerges, S. N. Y. (2000) Ruído: fundamentos e controle. Florianópolis: NR Editora.

Hanson, D. I., James, R. S. (2004a) Colorado Dot Tire Pavement Study. Auburn University, Auburn, Alabama.

Hanson, D. I.; James, S. J.; Nesmith, C. (2004b) Tire/pavement noise study. Auburn: NCAT - National Center for Asphalt Technology.

Hanson, D. I.; Donavon, P.; James, R. (2005) Tire/pavement noise characteristics for HMA pavements. Journal of the Association of Asphalt Paving Technologistics, v.74, p.1-38.

ISO (1997) ISO 11819: Acoustics – measurement of the influence of road surface on traffic noise. Parte 1. International Organization for Standards (ISO). Genebra. 31p.

ISO (2000) ISO/CD 11819-2: “Acoustics -Measurement of the in-fluence of road surfaces on traffic noise -- Part 2: The Close Proximity Method”. International Organization for Standards (ISO). Geneva, Switzerland.

Irwn, J. D. (1979) Industrial Noise and Vibration Control. Prentice Hall.

Nepomuceno, L. X. (1977) Acústica. São Paulo, Ed. Edgard Blucher Ltda.

Paterson, W. D. O. (1987) Road deterioration and maintenance effects. World Bank Publications, Washington-DC, USA. Disponível na Web em: http://www.worldbank.org. Consultado em Maio de 2013.

Raitanen, N. (2005) Measuring of Noise and Wearing of Quiet Surfaces. Dissertation for the degree of Doctor of Science in Technology. Finland.

Rasmussen, R. O.; Bernhard, R. J.; Sandberg, U.; Mun, E. P. (2007) The Little Book of Quieter Pavements. Federal Highway Administration Office of Pavement Technology, HIPT-11200 New Jersey Avenue, SE Washington, DC 20590. July.

Salgado, M.; Kohler, E. Y Achurra, S. (2009) Técnicas e Índices para Evaluación de Macrotextura en Pavimentos. XVII Simposio Colombiano Sobre Ingeniería de Pavimentos, Medellin, Colombia August.

Sandberg, U. (1987) Road traffic noise: the influence of the road surface and its characterization. Applied Acoustics, vol. 21, pp. 97-118, 1987. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/0003-682X(87)90004-1.

Sandberg, U.; Ejsmont, J. (2002) Tyre/Road Noise Reference Book. INFORMEX Ejsmont Sandberg Handelsbolag, Kisa, Sweden.

Santos, A. P. da S. (2007) Estudo da eficácia do ruído de tráfego em pavimentos drenantes. 2007. 224 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Rodoviária), Universidade de Minho.

Specht, L. P.; Kohler, R.; Pozzobon, C. E.; Callai, S. C. (2009) Causas, formas de medição e métodos para mitigação do ruído decorrente do tráfego de veículos. Revista Tecnologia da Universidade de Fortaleza, v.30, n.1, p.12-26.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v22i1.675

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 Manoel Fernando Freire Cabral, Fernando Silva Albuquerque, Osvaldo de Freitas Neto, Tatiana Máximo Almeida Albuquerque

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.