Comparação entre indicadores proxy sintéticos de segurança viária e acidentes de trânsito

Autores

  • Janailson Queiroz Sousa UFC
  • Flávio José Craveiro Cunto UFC
  • Marcos William Sasaki UFC

DOI:

https://doi.org/10.4237/transportes.v20i3.582

Resumo

A simulação de tráfego microscópica tem sido desenvolvida e aplicada nas duas últimas décadas com o foco principal para o projeto e operações de sistemas de transporte. Recentemente, devido aos avanços nas técnicas de coleta de dados e algoritmos microscópicos, o potencial da microssimulação como ferramenta para avaliações de segurança tem sido explorado de forma mais extensiva. Este tipo de abordagem pode permitir um melhor conhecimento sobre a cadeia de eventos que precederam a ocorrência dos acidentes, portanto, levando a uma metodologia mais abrangente para estudos de segurança quando comparados aos tradicionais estudos observacionais. Este artigo apresenta um esforço de validação entre colisões traseiras observadas e conflitos de tráfego simulados, refletidos por três medidas de desempenho de segurança (SPM): tempo para a colisão (TTC – time to collision), taxa de desaceleração para evitar a colisão (DRAC – deceleration rate to avoid the crash) e o índice de potencial para acidentes (CPI - crash potencial index). Três interseções semaforizadas e isoladas de vias arteriais da cidade de Fortaleza foram selecionadas para este estudo. Foram coletados três anos de dados de acidentes (2007-2009) para quatro horas do período da manhã (7h00-11h00) e foram comparados com o número de conflitos de tráfego estimado por um experimento de simulação microscópica. Os resultados indicaram que todas as SPM testadas foram capazes de capturar diferenças no número de acidentes entre os três locais de estudo, sugerindo um grande potencial para aplicação dessa abordagem nas análises de segurança. Por outro lado, para alcançar resultados mais amplos e expressivos verificou-se a necessidade de aplicar o método proposto em uma amostra mais representativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janailson Queiroz Sousa, UFC

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes

Flávio José Craveiro Cunto, UFC

Departamento de Engenharia de Transportes

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Sousa, J. Q., Cunto, F. J. C., & Sasaki, M. W. (2012). Comparação entre indicadores proxy sintéticos de segurança viária e acidentes de trânsito. TRANSPORTES, 20(3), 62–70. https://doi.org/10.4237/transportes.v20i3.582

Edição

Seção

Artigos