Proposta de classificação e priorização para gestão de passivos ambientais rodoviários

Autores

  • Amanda Christine Gallucci Silva Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil https://orcid.org/0000-0002-6017-3558
  • Juliana Matilde Hreczuck Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil
  • Cristhyano Cavali da Luz Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil https://orcid.org/0000-0002-2688-3863
  • Eduardo Ratton Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil https://orcid.org/0000-0002-1309-0063
  • Larissa de Brum Passini Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14295/transportes.v29i2.2427

Palavras-chave:

Impactos ambientais, Rodovias, Gestão de riscos

Resumo

É possível encontrar ao longo das rodovias federais não conformidades ambientais que se caracterizam como débitos para com a sociedade e ambiente, podendo esses ser chamados de passivos ambientais. Tais passivos, quando de natureza física e/ou material, necessitam de obras da engenharia para mitigação. Devido ao fato desses proporcionarem um perigo instalado ou eminente, principalmente aos usuários da rodovia, à população lindeira e ao meio ambiente, e devido à quantidade de passivos existentes nas rodovias, justifica-se realizar um plano de gestão. Assim, o presente trabalho propõe um modelo de gestão de passivos ambientais rodoviários, através de um método de classificação e um método de priorização. Os métodos são consolidados em um banco de dados de 187 passivos coletados em trechos não concessionados da BR 116, bem como é realizada aplicação detalhada em um estudo de caso. O estudo se destaca por abordar de forma unificada todos os fatores que se julgaram pertinentes em uma priorização de passivos ambientais rodoviários, bem como por realizar uma análise crítica dos resultados. Desse modo, é possível estabelecer um modelo conciso de gestão das não conformidades existentes na malha rodoviária nacional, e, assim, diminuir o risco de acidentes e auxiliar na administração de recursos públicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Christine Gallucci Silva, Universidade Federal do Paraná, Paraná – Brasil

Engenheira Civil formada pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em engenharia geotécnica. Professora da disciplina de transportes. Tem interesse na área de infraestrutúra, geotecnia e impactos ambientais.

Referências

Augusto Filho, O. (1992) Caracterização geológico-geotécnica voltada à estabilização de encostas: uma proposta metodológi-ca. In: Anais da Conferência Brasileira Sobre Instabilidade de encostas . Rio de Janeiro: ABMS/ABGE, v. 2. p. 721-733.

Ara, A. B.; A. V. Musetti and B. Schneiderman (2003) Introdução à estatística. São Paulo: Editora Blucher. ISBN: 9788521214915.

Blasi, G. F. (2014) Proposta de procedimentos para a elaboração de relatórios de controle ambiental visando à regularização am-biental de rodovias federais em operação. 305 f. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil - PPGEC da Universidade Federal de Santa Catarina, Joinville. Available at: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/129444 (accessed in 06/02/2020).

Bigarella, J. J. (2013) Estrutura e origem das paisagens tropicais e subtropicais, 2. ed. Florianópolis: UFSC. ISBN: 9788532802668.

Bittencourt, H. R. and L. Viali (2006). Contribuições para o ensino da distribuição normal ou curva de Gauss em cursos de graduação. Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, SIPEM, Lindóia, São Paulo.

Botswana Governament (2010) Botswana Roads Maintenance Manual – BRMM, Maintenance Standards for Road and Bridge Works, Botswana. Available at: https://dor.gov.np/home/publication/standard-specification-of-roads-and-bridges/force/standard-specifications-for-road-and-bridge-works-2-73 (accessed in 06/05/2020).

Bureau of Indian Affairs (BIA). Division of Transportation. BIA Transportation Facilities Maintenance Handbook – 82 IAM. Washington, D.C. Available at: https://www.nijc.org/pdfs/TTAP/BIA/82%20IAM_Handbook%20-%20BIA%20Road%20Maintenance%20Program%20minimized%20(1).pdf (accessed in 06/02/2020).

Carvalho, A. S. P. et al. (1991) Manual de Geotecnia–Taludes de Rodovias. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) – Departamento de Estradas e Rodagem (DER). Available at: https://www.docsity.com/pt/manual-de-taludes/4772652/ (accessed in 06/13/2020).

Confederação Nacional do Transporte - CNT. (2020) Pesquisa CNT de rodovias 2019. Relatório Gerencial. Available at: https://pesquisarodovias.cnt.org.br/downloads/ultimaversao/gerencial.pdf (accessed in 06/05/2020).

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) (2006), Manual para Atividades Ambientais Rodoviárias. IPR, Publ, Rio de Janeiro, n. 730.

Fendrich, R. (1998) Erosão urbana. Seminário Aspectos Sanitários em Bacias Hidrográficas, p. 1–31. In: oliveira, A. M. S. e Brito, S. N.A. Geologia de Engenharia. ISBN: 8572700021.

Iso, P. D. and I. E. C. Guide (2002) Isso 73: Risk Management-Vocabulary-Guidelines for Use in Standards. Available at: https://www.iso.org/standard/44651.html (accessed in 06/05/2020).

Kronen, M. (1990). A erosão do solo de 1952 a 1985 e seu controle no Paraná. Boletim Técnico, v. 30, n. IAPAR, p. 53.

Lambe, T. W. and R. V. Whitman (1969). Soil MechanicsSoil Mechanics and Foundation Engineering. ISSN: 1573-9279.

Lima, R. M. T. (2001) Estudos de movimentos de massa gravitacionais, processos erosivos e areas sujeitas a inundações na area urbana de Antonina, litoral do Paraná - escala 1:10.000, São Carlos: Universidade de São Paulo. DOI: 10.11606/D.18.2017.tde-06102017-121319.

Malafaia, R. M. S. (2004) Passivo ambiental: mensuração, responsabilidade, evidenciação e obras rodoviárias. SINAOP, 9. Rio de Janeiro, TCE/RJ. Available at: https://www.tce.ba.gov.br/images/passivo_ambiental_mensuracao.pdf (accessed in 06/12/2020).

Millet, I. and T. L Saaty (2002) On the relativity of relative measures–accommodating both rank preservation and rank re-versals in the AHP. Eur. J. Oper. Res., v. 121, n.1. DOI: https://doi.org/10.1016/S0377-2217(99)00040-5.

Nieble, C. M. and G. Guidicini (1984) Estabilidade de Taludes Naturais e de Escavação. 2. ed. São Paulo.

Piagentini, P. M. and A. S. Favareto (2014) A Instituições para regulação ambiental: o processo de licenciamento ambiental em quatro países produtores de hidreletricidade. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, v. 30. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v30i0.33029.

Pimentel, A. et al. (2014) Gestão para o licenciamento ambiental de obras rodoviárias: conceitos e procedimentos. Curitiba: UFPR/ITTI. Available at: https://itti.org.br/wp-content/uploads/2017/06/gestao-para-o-licenciamento-ambiental-de-obras-rodoviarias.pdf (accessed in 06/07/2020).

Santa Catarina (2006) Departamento Estadual de Infraestrutura (DEINFRA). IS-MA-19: procedimentos para levantamento de passivos ambientais. Santa Catarina: DEINFRA.

São Paulo (2007) Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo (DER/SP). IP-DE-S00/006: levantamento e cadastro de passivos ambientais. São Paulo: DER/SP.

Silva, A. C. G. (2019) Proposta de classificação e priorização para gestão de passivos ambientais rodoviários. Dissertação (mes-trado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Construção Civil da Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Handle: https://hdl.handle.net/1884/66888.

Silva, A. C. G.; J. T Zonta; C. C. Luz and L. B Passini (2018) Caracterização dos Passivos Ambientais Rodoviários Geotécnicos Encontrados ao Longo da Faixa de Domínio da BR-116 de Acordo com a Localização Geográfica, XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica Geotecnia e Desenvolvimento Urbano – COBRAMSEG, 2018. Available at: https://www.researchgate.net/publication/348803548_Caracterizacao_dos_Passivos_Ambientais_Rodoviarios_Geotecnicos_Encontrados_ao_Longo_da_Faixa_de_Dominio_da_BR-116_de_Acordo_com_a_Localizacao_Geografica (accessed in 06/08/2020).

Terzaghi, K.; R. B Peck and G. Mesri. (1996) Soil Mechanics in Engineering Practice. ISBN-13: ‎ 978-0471852810.

Varnes, D. J. (1978) Slope Movement Types and Processes. Transportation Research Board Special Report, n. 716. ISSN: 0360-859X. Available at: http://onlinepubs.trb.org/Onlinepubs/sr/sr176/176-002.pdf (accessed in 06/12/2020).

Downloads

Publicado

30-08-2021

Como Citar

Silva, A. C. G. ., Hreczuck, J. M. ., da Luz, C. C. ., Ratton, E. ., & Passini, L. de B. . (2021). Proposta de classificação e priorização para gestão de passivos ambientais rodoviários. TRANSPORTES, 29(2), 2427. https://doi.org/10.14295/transportes.v29i2.2427

Edição

Seção

Artigos