Desenvolvimento de função de transferência para previsão de área trincada em pavimentos asfálticos por meio da simulação do dano por fadiga utilizando modelo S-VECD e análises elásticas

Lucimar da Silva Santiago, Lucas Feitosa de A. L. Babadopulos, Jorge Barbosa Soares

Resumo


A evolução dos métodos de caracterização e da quantidade de materiais testados em âmbito nacional nas últimas décadas possibilitou a organização de um banco de dados de pavimentos rodoviários. São informações essenciais para métodos de dimensionamento, cujas funções de transferência possibilitam a previsão do desempenho a partir de modelagem computacional. O principal objetivo do presente trabalho é desenvolver uma função de transferência que associa dados de caracterização de dano por fadiga em laboratório à área trincada observada em campo. As ferramentas usadas foram a rigidez da mistura, caracterizada pelo módulo complexo, e a vida de fadiga, pelas curvas de integridade (C vs S) e de envoltória de falha (GR vs Nf), associados à análise elástica multicamadas e a uma variável de dano “reduzida”. Os resultados de evolução de dano calculada foram usados para prever observações da evolução do percentual de área trincada em campo. Numa etapa de calibração envolvendo 27 trechos experimentais, foi possível se obter uma função de transferência única entre as previsões de laboratório e as observações de campo. A validação da função foi realizada com dados de 17 outros trechos. Através de 2 exemplos de dimensionamento, observou-se uma questão importante relativa à definição convencional da variável de dano médio reduzido, sobretudo na previsão de comportamento de pavimentos com espessura de revestimento maior que 15cm.


Palavras-chave


Dimensionamento. Pavimentos asfálticos. Fadiga. Dano. Percentual de área trincada.

Texto completo:

PDF

Referências


AASHTO TP 107 (2014) Determining the damage characteristic curve of asphalt concrete from direct tension cyclic fatigue tests. American Association of State Highway and Transportation Officials, Provisional Standard TP 107, Washington, DC.

ALMEIDA JR, P. O.; F. D. BOEIRA; L. P. SPECHT; T. C. CERVO; D. S. PEREIRA; R. CENTOFANTE; V. S. BARBOZA JR; C. F. C. SILVA (2018) Avaliação laboratorial do tipo e teor de ligante e da granulometria na deformação permanente de misturas asfál-ticas. Revista Transportes. Rio de Janeiro. v. 26, n. 2, p. 1-15. DOI: 10.14295/transportes.v26i2.1407.

BATISTA, J. B. S.; L. F. A. L. BABADOPULOS; J. B. SOARES (2017) Relationship between multiple stress creep recovery (MSCR) binder test results and asphalt concrete rutting resistance in Brazilian roadways. Construction and Building Materials, v. 145, p. 20–27. DOI: 10.1016/j.conbuildmat.2017.03.216.

BENEVIDES, S.A.S. (2000) Análise Comparativa dos Métodos de Dimensionamento de Pavimentos Asfálticos: Empírico do DNER e da Resiliência da COPPE/UFRJ em Rodovias do Estado do Ceará. 2000. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

BIOT, M.A. (1955) Dynamics of Viscoelastic Anisotropic Media. In: Midwestern Conference on Solid Mechanics. Engineering, 4., 2006, Lafayette, USA. Proceedings [...]. Lafayette: Experiment Station. v. 129.

FRANCO, F.A.C.P. (2007) Método de Dimensionamento Mecanístico-Empírico de Pavimentos Asfálticos – SISPAV. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

FRITZEN, M.A. (2016) Desenvolvimento e Validação de Função de Transferência para Previsão de Dano por Fadiga em Pavimentos Asfálticos. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

HOLANDA, A.S.; E. PARENTE Jr.; T. D. P. ARAÚJO; L. T. B. MELO; F. EVANGELISTA Jr.; J. B. SOARES, (2006). Finite Element Model-ing of Flexible Pavements. In: Iberian Latin-American Congress on Computational Methods in Engineering (CILAMCE), 27, 2006, Belém, Pará. Proceedings [...]. Belém, Pará. p. 1-14.

INMET (2017) Normais Climatológicas do Brasil 1961-1990. Instituto Nacional de Meteorologia. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Brasília, DF. Disponível em: http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=clima/normaisClimatologicas. Acesso em: 19 jun. 2017.

KERTÉSZ, I.; T. LOVAS; A. BARSI, (2008) Photogrammetric pavement detection system. In: INTERNATIONAL SOCIETY FOR PHOTOGRAMMETRY AND REMOTE SENSING, 21., 2008, Beijing, China. Proceedings […]. Beijing, China: IAPRS. v. 27, n. B5, p. 897-902. Disponível em: https://www.isprs.org/proceedings/XXXVII/congress/5_pdf/156.pdf. Acesso em: 04 mar. 2017.

LAPAV (2011) PROJETO DE PESQUISA CONCEPA – LAPAV “Estudo de Desempenho de Pavimento Experimental com objetivo de validar método racional de dimensionamento de Pavimentos flexíveis”. Laboratório de Pavimentação Escola de Enge-nharia – UFRGS. Porto Alegre, RS.

MOTTA, L.M.G. (1991) Método de Dimensionamento de Pavimentos Flexíveis; Critério de Confiabilidade e Ensaios de Cargas Repetidas. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

NASCIMENTO, L.A.H. (2008) Nova Abordagem da Dosagem de Misturas Asfálticas Densas com Uso do Compactador Giratório e Foco na Deformação Permanente. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

NASCIMENTO, L.A.H. (2015a) Implementation and Validation of the Viscoelastic Continuum Damage Theory for Asphalt Mixture and Pavement Analysis in Brazil. Tese de Doutorado. North Carolina State University. Raleigh-USA.

NASCIMENTO, L.A.H. (2015b) Implementação e Validação da Teoria do Dano Contínuo Viscoelástico para a Análise de Misturas e Pavimentos Asfálticos no Brasil. Asfalto em Revista. Rio de Janeiro. n. 42. p. 1 -25.

PARK, S. W.; KIM, Y. R.; SCHAPERY, R. A. (1996) Viscoelastic continuum damage model and its application to uniaxial behavior of asphalt concrete. Mechanics of Materials. v. 24, n. 4, p. 241-255. DOI: 10.1016/S0167-6636(96)00042-7.

RTA (2010) Manual de Execução de Trechos Monitorados. Rede Temática de Tecnologia em Asfalto. Rio de Janeiro: Petrobras SA.

SANTIAGO, L.S.; TORQUATO E SILVA, S.A.; SOARES, J.B. (2018) Determinação do dano em pavimentos asfálticos por meio da combinação do modelo S-VECD com análises elásticas. Revista Transportes. Rio de Janeiro. v. 26, n. 2, p. 31-43. DOI: 10.14295/transportes.v26i2.1446.

SCHAPERY, R.A. (1984). Correspondence Principles and a Generalized J-integral for Large Deformation and Fracture Analysis of Viscoelastic Media. International Journal of Fracture, v. 25, p. 195-223. DOI: 10.1007/BF01140837.

SCHEFFY, C.; COETZEE, N.; DIAZ, E. (1999) Asphalt Concrete Fatigue Crack Monitoring and Analysis Using Digital Image Analysis Techniques. In: Accelerated Pavement Testing 1999 International Conference. Reno-USA. 1., 1999, Reno, USA.

Proceedings […]. Reno, EUA: APT. p. 1-21. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.61.4478&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 04 mar. 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v28i3.1900

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Lucimar Lucimar da Silva Santiago, Lucas Feitosa de Albuquerque Lima Babadopulos, Jorge Barbosa Soares

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.