Modelos de oportunidades intervenientes de distribuição de viagens: um novo método de calibração do modelo de Schneider

Nilo Kühlkamp, Ismael Ulisséa Neto

Resumo


Uma das questões importantes, sobre a qual se debruçam pesquisadores e planejadores urbanos, é o desequilíbrio entre a demanda e a oferta de espaço viário de circulação de veículos e pessoas, decorrente do aumento populacional, da expansão física das cidades e de seus sistemas de atividades. Para estimar a matriz de origem-destino de viagens resultante destas alterações, os modelos de oportunidades intervenientes são credenciados pela consistência teórica que apresentam. Daí resulta a importância desses modelos "vis-à-vis" os modelos gravitacionais, na avaliação dos efeitos da expansão urbana sobre os padrões de distribuição de viagens de pessoas, estudos de market share, etc.. Após analisar criticamente o modelo de Schneider e seus procedimentos alternativos de calibração, os autores propõem um novo procedimento de calibração para este modelo, baseado numa nova maneira de determinar o parâmetro l, através do método da máxima verossimilhança. Tal procedimento conduziu a uma melhor interpretação desse parâmetro.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v11i1.116

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2003 Nilo Kühlkamp, Ismael Ulisséa Neto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.