Acessibilidade estrutural na cidade de São Carlos, SP, Brasil

Denise Capasso da Silva, Antônio Nélson Rodrigues da Silva

Resumo


O Mapa de Acessibilidade Estrutural é a representação geográfica comparativa dos níveis de acessibilidade por modo de transporte para diferentes tipos de oportunidades de geração de viagens. A ferramenta, que é baseada na integração das considerações a respeito do sistema de transporte e do uso do solo, foi validada em uma aplicação na cidade do Porto, Portugal. A proposta do presente trabalho é utilizar o método em questão para análise dos níveis de acessibilidade da cidade de São Carlos. Para isso foram utilizados dados censitários e resultados de uma pesquisa Origem e Destino. Assim, esse trabalho mostra que o Mapa de Acessibilidade Estrutural é um recurso que auxilia a tomada de decisão quando do planejamento do transporte urbano, como pôde ser observado no estudo de caso feito para a cidade São Carlos. Ainda, a aplicação mostra a viabilidade da utilização do método português no contexto considerado.


Palavras-chave


Acessibilidade Estrutural; Transporte e Uso do Solo.

Texto completo:

PDF

Referências


Bertolini, L.; F. Clercq e L. Kapoen (2005) Sustainable Accessibility: a Conceptual Framework to Integrate Transport and Land Use Plan-Making. Two Test-Applications in the Netherlands and a Reflection on the Way Forward. Transport Policy, v. 12, n. 3, p. 207-220. DOI: 10.1016/j.tranpol.2005.01.006.

Cervero, R. (2003) Growing Smart by Linking Transportation and Land Use: Perspectives from California. Built Environment, v. 29, n. 1, p. 66-78. DOI: 10.2148/benv.29.1.66.53948.

Ewing, R. e R. Cervero (2001) Travel and the Built Environment: a Synthesis. Transportation Research Record, v. 1780, pp. 89-91. DOI: 10.3141/1780-10.

Halden. D. (2002) Using Accessibility Measures to Integrate Land Use and Transport Policy in Edinburgh and the Lothians. Transport Policy, v. 9, n. 4, p. 313-324. DOI: 10.1016/S0967-070X(02)00017-3.

IBGE (2015) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Acessado em 2015-01-30, de http://www.ibge.gov.br.

Papa, E.; Silva, C.; Brömmelstroet, M. e A. Hull (2015) Accessibility instruments for planning practice: A review of European experiences. The Journal of Transport and Land Use, v. 9, n. 3, p. 1-20. DOI: 10.5198/jtlu.2015.585.

Raia Junior, A. A. (2000) Acessibilidade e Mobilidade na Estimativa de um Índice de Potencial de Viagens Utilizando Redes Neurais Artificiais e Sistemas de Informações Geográficas. Tese de Doutorado, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos. DOI: 10.11606/T.18.2000.tde-10112001-160812.

Reis, J. P. F. F. (2009) Urban Structure and Mobility - A case study in Copenhagen. Dissertação de Mestrado, Centro de Pesquisa Transporte e Ambiente, Universidade do Porto. Acessado em 2016-08-24, de http://hdl.handle.net/10216/58033.

Rodrigues da Silva, A. N. (1998) Sistemas de Informações Geográficas para Planejamento de Transportes. Tese de Livre Docência, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos. Acessado em 2015-07-15, de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/18/tde-03022006-154920/.

Rodrigues da Silva, A. N. (2008) Pesquisa Origem-Destino da cidade de São Carlos. Relatório do projeto de pesquisa FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) número 04/15843-4. São Carlos.

Silva, C. (2008) Comparative Accessibility for Mobility Management: The Structural Accessibility Layer. Tese de Doutorado, Centro de Pesquisa Transporte e Ambiente, Universidade do Porto. Acessado em 2016-08-24, de http://citta.fe.up.pt/publications/phd-theses/comparative-accessibility-for-mobility-management-the-structural-accessibility-layer.

Silva, C. e P. Pinho (2010) The Structural Accessibility Layer (SAL): Revealing How Urban Structure Constrains Travel Choice. Environment and Planning A, v. 42, n. 11, p. 2735-2752. DOI: 10.1068/a42477.

Silva, C. (2013) Structural Accessibility for Mobility Management. Progress in Planning, v. 81, p. 1-49. DOI: 10.1016/j.progress.2012.07.001.

Tan, F. (2013) Estudo das características de infraestrutura, tecnologia e operação de veículos leves sobre trilhos (VLT) visando à implantação em cidades de médio porte. Relatório de Iniciação Científica, Escola de Engenharia de São Carlos.

UN-Habitat (2013) Planning and Design for Sustainable Urban Mobility: Policy Directions. United Nations Human Settlements Programme, Nairobi; Earthscan from Routledge, Abingdon [etc.]. Acessado em 2016-08-24, de http://unhabitat.org/books/planning-and-design-for-sustainable-urban-mobility-global-report-on-human-settlements-2013/.

Wee, B. (2002) Land Use and Transport: Research and Policy Challenges. Journal of Transport Geography v. 10, n. 4, p. 259-271. DOI: 10.1016/S0966-6923(02)00041-8.

Wegener, J. e F. Fürst (1999) Land-Use Transport Interaction: State of the Art. TRANSLAND European Commission. DOI: 10.2139/ssrn.1434678.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v24i3.1082

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 Denise Capasso da Silva, Antônio Nélson Rodrigues da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.