ANÁLISE DA ECOEFICÊNCIA NAS OPERAÇÕES DE TERMINAIS PORTUÁRIOS COM A APLICAÇÃO DE TÉCNICA DE AUXILÍO MULTICRITÉRIO À DECISÃO

Ilton Curty Leal, Jr., Vanessa de Almeida Guimarães

Resumo


As atividades em terminais portuários são fundamentais para o desenvolvimento econômico de determinada região ou país. Entretanto, tendem a causar influências ambientais afetando a qualidade do ar, da água e do solo. O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho de portos brasileiros, levando em consideração fatores econômicos e ambientais. Pretende-se obter um ranking dos portos em termos de desempenho em ecoeficiência. Para tanto, foram utilizadas medidas de ecoeficiência que combinam indicadores relacionados ao valor do serviço e influências ambientais. Foram feitas pesquisas bibliográficas, para entendimento dos principais conceitos aplicados ao estudo (atividades portuárias, meio ambiente e avaliação de desempenho por meio da ecoeficiência), e documentais, para levantamento de dados. A avaliação de desempenho foi desenvolvida com a utilização de uma técnica de auxílio multicritério à decisão conhecida como Análise Relacional Grey. Ao final deste artigo foi possível identificar o nível de desempenho dos portos escolhidos e elaborar um ranking com base na ecoeficiência.


Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAq (2011a) O porto verde: modelo ambiental portuário / Agência Nacional de Transportes Aquaviários. – Brasília, Brasil.

Agência Nacional de Transporte Aquaviário – ANTAq (2011b) Boletim informativo portuário. Internet: http://www.antaq.gov.br/Portal/pdf/BoletimPortuario/BoletimPortuarioQuartoTrimestre2011.pdf. Acesso em 05/07/2012.

Bischoff, E. (2008) Estudo da Utilização de Algorítimos Genéticos para seleção de redes de acesso. Dissertação de métodos em engenharia elétrica, Departamento de Engenharia Elétrica. Universidade de Brasília, DF, p.142.

Britsh Petroleum (BP) (2003) Relatório anual 2003. Disponível em: <www.bp.com>. Acesso: Out/2011.

Cantarino, A.A.A. (2003) Desenvolvimento de indicadores de impacto ambiental como instrumento de gestão e controle no processo de licenciamento ambiental e empreendimentos ambientais de exploração de produtos nas áreas Offshore. Tese de Doutorado em Planejamento Ambiental, PPE/COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro.

Cheon, S.; Dowall, D. E.; Song, D., (2009) Evaluating impacts of institutional reforms on port efficiency changes: Ownership, corporate structure, and total factor productivity changes of world container ports. Transportation Research Part E. v. 46, Issue 4, pp. 546-561. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.tre.2009.04.001.

Companhia Docas do Pará - CPD (2011) Estatísticas do ano de 2011. Internet: http://www.cdp.com.br/estatisticas_detalhes.php?nEstatisticaAno=2011. Acesso em 05/07/2012

Deng, J. (1989) Introduction to grey theory. In: Journal of Grey Systems, v.1, 1989, p. 1-24.

Garcia, P. A. de A., Silva Neves, J. C., Jacinto, C. M. C. e Droguett, E. A. L. (2005) Utilização de análise relacional grey no gerenciamento da cadeia logística. XXVII Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional. Gramado, RS.

Gomes, L. F. A. M. (2004) Tomada de decisões em cenários complexos: introdução aos métodos discretos do apoio multicritério à decisão – São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

Global Reporting Initiative (GRI) (2000) Sustainable Reporting Guidelines on Economic, Environmental and Social Performance. Global Reporting Initiative, p. 16-18, Boston, USA.

Hendriks, C.; Jager, D. (2001) Economic Evaluation of Sectoral Emission Reduction Objectives for Climate Change: Economic Evaluation of Methane Emission Reduction in the Extraction, Transport and Distribution of Fossil Fuels in the EU. European Commission Studies, Holanda, 2001. Disponível em: <http://ec.europa.eu/environment/enveco/climate_change/pdf/fossilfuel.pdf>. Acesso: Out/ 2011.

Hsu, Y., Li, W. and Chen, K. (2009) Structuring critical success factors of airline safety management system using a hybrid model. Transportation Research Part E. Article in press. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.tre.2009.08.005.

JOC (2012) The JOC top 50 world conteiner ports. Journal Of Comerce, v. 13, n. 29, p.24-30. Disponível em: <http://jocdigital.com/08202012/08202012#&pageSet=15>. Acesso: mai/2013

Leal Jr, I. C. (2010) Método de Escolha Modal para transporte de produtos perigosos com base em medidas de ecoeficiência. Tese de doutorado, PET/COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro.

Leal Jr, I. C. e Garcia, P. A. A. (2008) Utilização de análise relacional grey para seleção dos modos de transporte baseando-se na eco-eficiência. XI Encontro de Modelagem Computacional, Volta Redonda.

Leal Jr, I. C. e D'Agosto, M. de A. (2009) Escolha modal para transporte de produtos perigosos com base em aspectos ambientais: caso dos modos terrestres para o etanol no Brasil. VII Rio de Transportes, Rio de Janeiro.

Leal Jr, I. C. e D'Agosto, M. de A. (2011) Modal choice for transportation of hazardous materials: the case of land modes of transport of bio-ethanol in Brazil. Journal of Cleaner Production, 19 (2011) 229–240. DOI: 10.1016/j.jclepro.2010.02.006.

Leyen, B. C. (2008) Eco-eficiência na exploração e produção de petróleo e gás em regiões de florestas tropicais úmidas: o caso da Petrobrás na Amazônia. Dissertação de mestrado, COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro.

Lo, S., Chao, Y and Lee, G. (2009) Grey Relational Evaluation on Road Project Delivery Models. AIP Conf. Proc. August 13, Volume 1148, pp. 480-484. DOI: http://dx.doi.org/10.1063/1.3225353.

Lu, M. and Wevers, K. (2007) Application of grey relational analysis for evaluating road traffic safety measures: advanced driver assistance systems against infrastructure redesign. IET Intell. Transp. Syst., Vol. 1, No. 1, March. DOI: 10.1049/iet-its:20060022.

Malczewiski, J. (1999). GIS and multicriteria decision analisys. John & Wiley Sons. New York.

Martins, A.R.S.; Alvear, C.; SANTOS, E.M. (1999) Análise dos Principais Programas de Conservação de Energia no Brasil e no Exterior. Eficiência Energética - Integrando Usos e Reduzindo Desperdícios.

Michelini, A. N. C.; Jappur, R. F.; Selig P. M.; Leripio A. A. (2004) Uma proposta de incorporação de indicadores de ecoeficiência ao setor termoelétrico brasileiro a carvão mineral. XXIV Encontro Nac. de Engenharia de Produção, Florianópolis, SC, Brasil. Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2004_enegep1003_1413.pdf>. Acesso: Dez/2011.

Notteboom, T. E. (2004) Container Shipping and ports: an overview. Review of Network Economics. Anwerp, vol. 3, ed.2, p. 86-106, junho de 2004. DOI: 10.2202/1446-9022.1045.

Pai, T., Hanaki, K., Ho, H. and Hsieh, C. (2007) Using grey system theory to evaluate transportation effects on air quality trends in Japan. Transportation Research Part D 12, 158–166. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.trd.2007.01.007.

PETROBRAS (2003) Relatório anual, análise financeira e demonstrações contábeis 2003.

Qu, L., Chen, Y. and Yang, M. (2007) A Dynamic Combination Forecast Model for Analysis Transport Volume Time Series. ICNC, vol. 1, pp.705-709, Third International Conference on Natural Computation (ICNC 2007). DOI: http://doi.ieeecomputersociety.org/10.1109/ICNC.2007.19.

Pinho, H. M.; Catanzano, M. N.; Candeira, P. J. C. (2011) Ecoeficiência: um estudo de caso em uma indústria química. 3rd. International Workshop Advances in Cleaner Production. São Paulo, Brasil.

Santos, M. K. (2001) Eco-eficiência e avaliação dos sistemas integrados de gestão. Dissertação de mestrado em Engenharia de Produção, UFRGS, Porto Alegre/RS.

Taha, H. A. (2008) Pesquisa operacional: uma visão geral. Prentice Hall, 8ª edição, São Paulo.

Valois, N. A. L. (2009) Proposição do uso de indicadores ambientais na avaliação de desempenho dos portos brasileiros. Programa de pós-graduação em engenharia mecânica. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco.

Wang, R., Ho, C., Feng, C. and Yang, Y. (2004) A comparative analysis of the operational performance of Taiwan’s major airports. Journal of Air Transport Management 10, 353–360. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jairtraman.2004.05.005.

Wen, K. (2004) Grey Systems: Modeling and Prediction. Printed in USA by Yang’s Scientific Press.

World Business Council For Sustainable Development (WBCSD) (2000) Measuring Eco-Efficiency: A Guide to Reporting Company Performance. Geneva, Suíça.

___________________. (2006) Eco-efficiency learning module. Alemanha. Disponível em: <http://www.wbcsd.org/pages/EDocument/EDocumentDetails.aspx?ID=13593&NoSearchContextKey=true>. Acesso: abr/2013.

Yang, C. and Chen, B. (2005) Supplier selection using combined analytical hierarchy process and grey relational analysis. Journal of Manufacturing Technology Management Vol. 17 No. 7, pp. 926-941. DOI: 10.1108/17410380610688241.




DOI: https://doi.org/10.4237/transportes.v21i3.688

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2013 Ilton Curty Leal, Jr., Vanessa de Almeida Guimarães

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.