Influência da energia de compactação no comportamento volumétrico e mecânico de misturas asfálticas

Autores

  • Lilian Tais Gouveia Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos
  • José Leomar Fernades Júnior Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos
  • Jorge Barbosa Soares Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.14295/transportes.v15i1.45

Resumo

Agregados angulares e rugosos apresentam maior resistência à compactação que agregados de angularidade baixa e textura lisa. Uma maneira apropriada de vencer essa resistência à compactação é aumentar a energia de compactação aplicada. Nesta pesquisa, foram investigadas as energias de compactação de 75, 110 e 155 golpes, aplicadas com o soquete Marshall, e seus efeitos nas propriedades volumétricas e mecânicas das misturas. Os resultados mostram que o aumento da energia de compactação promove arranjos melhores entre partículas, ocorrendo diminuição do VAM e elevação da estabilidade e rigidez das misturas, sem prejuízos à vida de fadiga. Observou-se que a vida de fadiga aumenta ao ser aplicada energia correspondente a 110 golpes, o que constitui uma evidência favorável à hipótese de que pode haver melhor desempenho se as misturas asfálticas constituídas por agregados angulosos e rugosos forem compactadas com energia superior à que convencionalmente é aplicada no método de dosagem Marshall.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-07-02

Como Citar

Gouveia, L. T., Fernades Júnior, J. L., & Barbosa Soares, J. (2007). Influência da energia de compactação no comportamento volumétrico e mecânico de misturas asfálticas. TRANSPORTES, 15(1). https://doi.org/10.14295/transportes.v15i1.45

Edição

Seção

Artigos