Modelo para estimativa do fluxo de saturação desenvolvido a partir das condições do tráfego de Brasília

Isabela N. Fernandes de Queiroz, Maria Alice Prudêncio Jacques

Resumo


Dadas as dificuldades de obtenção do valor do fluxo de saturação in loco para diversas situações, ele é freqüentemente estimado a partir de modelos. Assim, esses modelos precisam refletir, da melhor forma possível, as condições locais de operação do tráfego. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um modelo matemático para estimativa do fluxo de saturação, por faixa de trânsito, para as condições do tráfego da cidade de Brasília. A técnica de modelagem utilizada foi à análise de regressão, e os dados para o desenvolvimento do modelo foram coletados em 20 interseções, perfazendo um total de 50 faixas de trânsito observadas. Os resultados das análises estatísticas efetuadas revelaram que o modelo é adequado para estimar o fluxo de saturação por faixa de trânsito para a cidade de Brasília. A sua utilização em outras cidades brasileiras é possível, desde que seja devidamente calibrado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v10i1.161

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2002 Isabela N. Fernandes de Queiroz, Maria Alice Prudêncio Jacques

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.