Estudo acústico de tráfego rodoviário rodante sobre pavimentos em concreto asfáltico e com camada porosa de atrito na rodovia BR 158/RS

Alessandro Alves, Luciano Pivoto Specht, Fernanda Dresch, José Antônio Santana Echeverria

Resumo


O ruído de tráfego resulta do acúmulo de emissões sonoras devido a passagem dos veículos, este é oriundo de várias fontes como o funcionamento do motor, sistema de escape e da interação pneu-pavimento. As duas primeiras fontes de ruído afetam principalmente em baixas velocidades, enquanto que em velocidades acima de 50 km/h o ruído da interação pneu-pavimento é predominante. Estudos demonstram que o ruído ambiental é um dos principais fatores que prejudicam a saúde, sendo o segundo maior causador de doenças, perdendo apenas para a poluição do ar. O objetivo deste estudo é verificar a eficiência da CPA (Camada Porosa de Atrito), em reduzir o ruído nas rodovias. Desta forma, buscou-se avaliar o comportamento acústico de pavimento com revestimento em CPA, executado na rodovia BR 158/RS, e sua comparação com um revestimento tradicional em CA (Concreto Asfáltico) na mesma rodovia. A metodologia utilizada neste estudo segue os requisitos da norma ISO 11819-1 usando o processo de medição de passagem em que um medidor de nível de pressão sonora é instalado ao lado da pista e mede-se o ruído máximo causado pela passagem de no mínimo 180 veículos e suas respectivas velocidades, o que resulta no SPBI (Statistical Pass-by Index). Também foi verificada a influência do ruído de tráfego através da sua avaliação na divisão de frequências de bandas de oitavas e ainda se analisou a influência da pista seca versus pista molhada. Observou-se uma redução no nível de pressão sonora de mais de 6 dB (A) no pavimento com CPA em comparação com o pavimento tradicional avaliado.


Palavras-chave


Ruído de tráfego, Interface pneu-pavimento, Camada porosa de atrito.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS) - NBR 10151. Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – Procedimento. Rio de Janeiro. 2000.

ABNT (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS) - NBR 10152. Níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janei-ro. 1987.

ALFRED, T., et al. Exposure-effect relations between aircraft and road traffic noise exposure at school and reading com-prehension - The Ranch Project. American Journal of Epidemiology. 2006, Volume 163, pp. 27-37. DOI:10.1093/aje/kwj001

ALVES, A. Desenvolvimento de uma ferramenta para análise do estudo de impacto de vizinhança na área de emissões sono-ras. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-graduação PPGEC-UFSM, Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, RS.2013.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. Standard test method for measuring surface frictional properties using the British pendulum tester. D303-93. In: ASTM. Annual Book of ASTM Standards, Philadelphia, v 4.03, 5p. 2000.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. Standard test method for measuring pavement macrotexture depth using a volumetric technique. D965-96. In: ASTM. Annual Book of ASTM Standards, Philadelphia, v 4.03, 3p. 2000.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE TRANSPORTES PÚBLICOS. Política nacional de transportes públicos. São Paulo: ANTP, 2012. 118p.

BAUGHAM, C., CHINN, L., HARRIS, G., STAIT, R., PHILIPS, S. Resurfacing a Motorway with Porous Asphalt: Effects on Rural Noise Exposure and Community Response. Prepared for Traffic Safety and Environment Division (TSE), Highways Agency. Dispo-nível em: . 2002.

BENDTSEN H., RAABERG J. “French Experiences on Noise Reducing Thin Layers”. Disponı́vel em: . Denmark. 2006.

BERNHARD, R.; WAYSON, R. L. An introduction to tire/pavement noise of asphalt pavement. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018. 27p.

BRASIL. Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) n. 001, de 08 de março de 1990. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018.

BRASIL. Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) n. 002, de 08 de março de 1990. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018.

BRASIL. Elaboração de Projetos Básico e Executivo de Engenharia para Restauração de Rodovia do Tipo CREMA – 2ª ETAPA, no Estado do Rio Grande do Sul. 2012. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018. 451p.

CAMOMILLA, G., LUMINARI, M. Silent Road for Urban and Extra-Urban Use: the Innovative resilient and resonant pavements, proceedings of the 5th symposium on pavement surface characteristics roads and airports, CD-Rom, Word Road Associa-tion, Toronto, Canada. 2004.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE TRANSPORTE, (CNT). Pesquisa CNT de Rodovias 2018 - Relatório Gerencial. Dis-ponı́vel em: . Acesso em: 18 de dezembro de 2018. 408p.

DESCORNET, G., FAURE, B., HAMET, J., KESTEMONT, X., LUMINARI, M., QUARESMA, L., SANDULLI D. Traffic Noise and Road Surfaces: State of the Art, Report for SIRUUS project, Belgian Road Research Centre, Brussels. 2000.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. Manual de estudos de tráfego. Publicação IPR723. Rio de Janeiro, 2006. 384p.

FEDERAL HIGHWAY ADMINISTRATION. FHWA-PD-96-046 - DOT-VNTSC-FHWA-96-5. Measurement of highway-related noise. Washington, 1996. 213p.

FEDERAL HIGHWAY ADMINISTRATION. Highway traffic noise analysis and abatement policy and guidance. Washington, 1995. 95p.

FEDERAL HIGHWAY ADMINISTRATION. Highway traffic noise in the United States – Problem and response. Washington, 2006. 24p.

FEDERAL HIGHWAY ADMINISTRATION. Keeping the noise down - Highway traffic noise barriers. Washington, 2001. 24p.

FEDERAL HIGHWAY ADMINISTRATION. Sitio da Web, consultado em 18 de dezembro de 2018. Disponível em: .

FEHRL - Forum of European National Highway Research Laboratories. 2008. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018.

FERNANDES, J. C. O ruı́do ambiental: Seus efeitos e seu controle. Bauru: Faculdade de Engenharia Mecânica da UNESP. 2002.

FEHRL REPORT. Guidance manual for the implementation of low-noise road surfaces. Transportation Research Laboratory. Various authors. Bruxelas, Bélgica, 2006. 332p.

FREITAS E., PEREIRA P., PICADO-SANTOS L., SANTOS A. A influência da água no ruído produzido pelo tráfego rodoviário. Uni-versidade do Minho, Portugal. 2006. Disponível em: . Acesso em: de-zembro de 2018.

GERGES, S. N.Y. Ruído: Fundamentos e Controle. 2. ed. Florianópolis: UFSC, NR Editora, 2000. 600 e 676p.

GUEDES, C. M.; BERTOLI, S. R. Forma urbana: um indicativo de sua influência no ambiente sonoro no bairro Jardins em Ara-caju (SE). Encontro Nacional de Conforto no Ambiente Construído e Encontro Latino-americano de Conforto no Ambiente Construído. Anais. Maceió. 2005. Disponível em: . 2260 e 2261p.

HANSON, D. I., DONAVON, P., JAMES, R. Tire/pavement noise characteristics for HMA pavements. Journal of the Association of Asphalt Paving Technologistics, Volume 74. 2005. 38p.

HANSON, D. I.; JAMES, S. J.; NESMITH, C. Tire/pavement noise study. Auburn: NCAT - National Center for Asphalt Technology. Report n. 04-02, 2004. 44p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 11819: Acoustics – measurement of the influence of road surface on traffic noise. Part 1. Genebra, 1997a. 31p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 11819: Acoustics – measurement of the influence of road surface on traffic noise. Part 2. Genebra, 1997b. 31p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 13472: Acoustics - measurement of sound absorption pro-perties of road surfaces in situ. Part 1: Extended surface method. Genebra, 2002. 27p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 11819-1: Acoustics - Measurement of the influence of road surfaces on traffic noise - Part 1: Statistical Pass-By method. Genebra. 1997.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 362 (E): Acoustics – measurement of noise emitted by acce-lerating road vehicles – engineering method. Genebra, 1998a. 18p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 3740: Acoustics - Determination of sound power levels of noise sources -- Guidelines for the use of basic standards. Genebra, 2000. 25p.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO/DIS 13325: Tyres-coast-by-method for measurement of tyre/road sound emission. Genebra, 2001. 27p.

LI, M. et al. Sound absorption measurement of road surface with in situ technology. Applied Acoustics 88, p. 12-21, 2015. DOI: 10.1016/j.apacoust.2014.07.009.

MATTOS, J. R. G. Avaliação da aderência pneu-pavimento e tendências de desempenho para a rodovia BR -290/RS. 2009. 136f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

MATTOS, J.R.G.; SPECHT, L.P.; NUQNEZ, W.P. Avaliação das condições de aderência pneu-pavimento na Rodovia BR-290/RS. 4º Congresso de Infraestrutura de Transportes (CONINFRA), 2010.

PULUGURTHA, S. S.; PATEL, K.; KUSAM, P. R. Pavement macrotexture thresholds to enhance safety: a case study using I-40 data in Durham County, North Carolina. Anais do Transportation Research Board (TRB), Washington, D. C., 2011.

RAITANEN, N. Measuring of noise and wearing of quiet surfaces. 2005. 96f. Tese (Doutorado) – Universidade de Tecnologia de Helsinque. Helsinque, 2005.

RASMUSSEN, R.O.; BERNHARD, R.J.; SANDBERG, U.; MUN, E.P. The little book of quieter pavements. FHWA. 2007.

SANDBERG, U. Tyre/road noise – myths and realities. International Congress and Exhibition on Noise Control Engineering. Anais. The Hauge. 2001. p. 01-22.

SANDBERG, U.; EJSMONT, J. Tyre/road noise reference book. Kisa. 2002. 640p.

SANDBERG, U.; EJSMONT J. Tyre/road Noise Reference Book. Informex Ejsmont & Sandberg Handelsbolag, Harg, Kisa, Swe-den, 2004.

SANS. Evaluación del Ruido de Rodadura en Carreteras. UCLM, Ciudad Real. 2006.

SCHAFER, R. M. The tuning of the world. New York: Knopf, 1977, 382p.

SILENCE. Disponı́vel em: . Acesso em: maio de 2017.

SILVIA - SILenda Via - Sustainable Road Surfaces for Traf>ic Noise. Disponı́vel em: . Acesso em: dezembro de 2018.

SILVIA. Guidance Manual for the Implementation of Low-Noise Road Surfaces. Brussels. Belgium. 2006. Disponível em: . Acesso em: dezembro de 2018. 332p.

SPECHT, L. P., CALLAI, S. C., KHATCHATOURIAN, O. A., KOHLER, R. Avaliação do ruído através do SPBI (Statistical Pass-By Index) em diferentes pavimentos. Revista Escola de Minas. p. 439-445. 2009. Disponível em: DOI: 10.1590/S0370-44672009000400005. Acesso em: 19 de dezembro 2018.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Novas Evidências dos Efeitos na Saúde Relacionadas com o Ruı́do de Tráfego na Europa. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19 de dezembro 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v26i4.1410

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Alessandro Alves, Luciano Pivoto Specht, José Antônio Santana Echeverria, Fernanda Dresch

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.