Introdução do coeficiente de uniformidade para avaliação de revestimentos asfálticos do tipo tratamentos superficiais

Raimi Costa da Silva, Suelly Helena de Araújo Barroso, Youngsoo Richard Kim

Resumo


O Tratamento Superficial por Penetração (TSP) é o revestimento mais empregado no Brasil em Rodovias de Baixo Volume de Tráfego. Após investigações de campo e de laboratório, observou-se que os principais defeitos dos TSPs são a perda de agregados e a exsudação que podem comprometer o seu desempenho, bem como aumentar os seus custos. No Brasil, ainda existem poucos estudos de dosagem e de avaliação dos TSPs na fase de laboratório para mitigar esses dois defeitos. Sendo assim, investigaram-se metodologias americanas como as utilizadas na North Carolina State University e verificou-se que o coeficiente chamado de PUC (Performance-Based Uniformity Coefficient) é um parâmetro associado à distribuição granulométrica do agregado que apresenta potencial de prever a exsudação e a desagregação desse tipo de revestimento. Concluiu-se que o PUC é um excelente parâmetro para ser introduzido em procedimentos de dosagem de TSP no Brasil e que as faixas recomendadas pelo DNIT para TSP devem ser revistas.


Palavras-chave


Tratamento superficial por penetração; Defeitos; Perda de agregado; Coeficiente de uniformidade.

Texto completo:

PDF

Referências


Adams, J. M. (2014) Development of a Performance-Based Mix Design and Performance-Related Specification for Chip Seal Surface Treatments. Tese (doutorado). Civil Engineering, North Carolina State University. Raleigh.

ASTM (2011) D7000 – 11 Standard Test Method for Sweep Test of Bituminous Emulsion Surface Treatment Samples. ASTM In-ternational. West Conshohocken.

Chaturabong, P. (2014) Development of the Loaded Wheel Tracking Test (LWT) for Evaluating Bleeding in Chip Seals and Relation-ship to Emulsion Residue Rheology. Tese (doutorado). Civil & Environmental Engineering, University of Wisconsin. Madison.

CNT (2018) Boletim estatístico. Confederação Nacional do Transporte (CNT). Disponível em: . (Acesso em: 02 março 2018).

DER-CE (2017). Informativo gerencial 2017. Disponível em: . (Acesso em: 19/04/2018).

DNIT (2012) ES 146/2012 Pavimentação asfáltica – Tratamento superficial simples – Especificação de serviço. Rio de Janeiro.

DNIT (2006) Manual de Pavimentação. Publicação IPR – 719. Rio de Janeiro.

Larsen, J. (1985) Tratamento Superficial na Conservação e Construção de Rodovias. ABEDA. Rio de Janeiro.

Lee, J. S. e Kim, Y. R. (2010) Evaluation of Performance and Cost-Effectiveness of Polymer-Modified Chip Seals. Transportation Research Record: Journal of the Transportation Research Board, v. 2150, Transportation Research Board of the National Academies. Washington, D.C., p. 79–86. DOI: 10.3141/2150-10

Lee, J. S. e Kim, Y. R. (2009) Performance-Based Uniformity Coefficient of Chip Seal Aggregate. Transportation Research Rec-ord: Journal of the Transportation Research Board, v. 2108, Transportation Research Board of the National Academies, Washington, D.C., p. 53–60. DOI: 10.3141/2108-06

Lee, J. S. e Kim, Y. R. (2008) Understanding the Effects of Aggregate and Emulsion Application Rates on Performance of As-phalt Surface Treatments. Transportation Research Record: Journal of the Transportation Research Board, v. 2044, Trans-portation Research Board of the National Academies. Washington, D.C., p. 71–78. DOI: 10.3141/2044-08

Lee, J.; Kim, Y. (2010) Optimal Distribution of Rolling Coverage in Multiple Chip Seals. Transportation Research Record: Journal of the Transportation Research Board, v. 2150, p. 70–78. DOI: 10.3141/2150-09.

Loiola, P. R. R. (2009) Estudo de Agregados e Ligantes Alternativos para Emprego em Tratamentos Superficiais de Rodovias. Dis-sertação (mestrado). Departamento de Engenharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza.

Moraes, R.; Bahia, H. (2013) Effects of Curing and Oxidative Aging on Raveling in Emulsion Chip Seals. Transportation Re-search Record: Journal of the Transportation Research Board, v. 2361, n. 2361, p. 69–79. DOI: 10.3141/2361-09

Nogami, J. S.; Villibor, D. F. (1995) Pavimentação de Baixo Custo com Solos Lateríticos. Editora Villibor. São Paulo.

Pereira, S. L. O. (2010) Avaliação de Tratamentos Superficiais de Rodovias através de Análise de Laboratório. Monografia (inicia-ção científica). Departamento de Engenharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza.

Pereira, S. L. O. (2013) Avaliação dos Tratamentos Superficiais simples, duplo e triplo de rodovias através do emprego de diferen-tes agregados da região metropolitana de Fortaleza. Dissertação (mestrado). Departamento de Engenharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza.

Silva, R. C. (2016) Introdução de um novo coeficiente para análise de desempenho dos tratamentos superficiais a partir dos estu-dos desenvolvidos nos Estados do Ceará/Brasil e Carolina do Norte. Monografia (iniciação científica). Departamento de En-genharia de Transportes, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza.

Transit New Zealand (2005) Chipsealing in New Zealand. ISBN: 0-478-10562-2.




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v26i1.1371

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Raimi Costa da Silva, Suelly Helena de Araújo Barroso, Youngsoo Richard Kim

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.