Estudo do comportamento do revestimento de pavimento utilizando mistura asfáltica morna com adição de borracha moída de pneu na SPA-248/055

Cecilia Fortes Merighi, Carlos Yukio Suzuki

Resumo


Este artigo apresenta um estudo realizado com mistura asfáltica morna utilizando ligante aditivado com agente surfactante e borracha moída de pneus. Foram feitos ensaios para verificar o comportamento mecânico de mistura de concreto asfáltico com asfalto-borracha morno e foi comparado com uma mistura de referência, de concreto asfáltico com asfalto-borracha usinado a quente. A primeira apresentou resultado satisfatório, dentro dos limites de norma. Adicionalmente, realizou-se a análise das emissões de poluentes, no momento da produção das duas misturas. Os resultados indicaram que houve redução de poluentes como fumos totais, fumos solúveis e compostos orgânicos voláteis (VOCs). Por fim, foi avaliado o trecho experimental, executado na SPA-248/055, Pista Oeste e comparado ao trecho de referência, localizado na mesma rodovia. Os resultados obtidos mostram o desempenho positivo da mistura asfáltica morna, quando comparado ao pavimento do trecho de referência, ao longo de quatro anos de observação.

 

 


Palavras-chave


Mistura asfáltica morna, Ligante-borracha, Redução de emissão de poluentes, Desempenho pavimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ASTM E 950-98. Standard Test Method for Measuring tge Longitudinal Profile of Traveled Surfaces with an Accelerometer Estab-lished Inertial Profiling Reference. West Conshohocken; 1999.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 15087:2012 - Misturas asfálticas — Determinação da resistên-cia à tração por compressão diametral. São Paulo, 2012.

BAHIA, H. U.; DAVIS, R. Effect of crumb rubber modifiers (CRM) on performance related properties of asphalt binders. Jour-nal of the Association of Asphalt Paving Technologists. Volume 63, 1994.

BERNUCCI, L. B.; MOTTA, L. M. G. DA, CERATTI, J. A. P.; SOARES, J. B. Pavimentação asfáltica: formação básica para engenheiros. Rio de Janeiro: Petrobras – Abeda, 2010.

BONAQUIST, R. Mix design practices for warm mix Asphalt. NCHRP report 691. National Cooperative Highway Research Pro-gram. Transportation Research Board. Washington D.C, 2011.

D’ANGELO, J.; HARM, E.; BARTOSZEK, J.; BAUMGARDNER, G.; CORRIGAN, M.; COWSERT, J.; HARMAN, T.; JAMSHIDI, M.; JONES W.; NEWCOMB, D.; PROWELL B.; SINES, R.; YEATON, B. Warm mix Asphalt: European practice. National Cooperative Highway Research Program. Virginia, 2008.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. DNER-PRO 011/79: Avaliação Estrutural dos Pavimentos Flexíveis. Rio de Janeiro, 1979.

_____ DNER-PRO 269/94: Projeto de restauração de pavimentos flexíveis – TECNAPAV. Rio de Janeiro, 1994.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES. DNIT 006/2003-PRO: Avaliação objetiva da superfície de pavimentos flexíveis e semi-rígidos – Procedimento. Rio de Janeiro, 2003.

____ DNIT 112/2009 - ES: Pavimentos flexíveis: concreto asfáltico com asfalto-borracha, via úmida, do tipo “Terminal Blending”: Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

ECOVIAS. Projeto de Reabilitação dos Pavimentos Flexíveis - RT- 22.248.000-0-P09/001 – Revisão 0. São Bernardo do Cam-po, 2008.

GAUDEFROY V.; VIRANAIKEN, V.; PARANHOS, R. Laboratory identification of fumes during manufacturing of hydrocarbon mixtures. In: International Society for Asphalt Pavements, Zürich. Anais... 2008.

HARRIGAN, E. T. Research Results Digest 374: A proposed technology evaluation program for warm mix asphalt. Transportation Research Board of the National Academies. Washington, D.C., 2012.

MDHS. General methods for sampling and gravimetric analysis of respirable and inhalable dust. Reino Unido (2000). Disponível em < http://www.vent-tech.co.uk/sites/vent-tech.co.uk/files/user/mdhs_14-3_general_methods_for_sampling_and_gravimetric_analysis_of_respirable_and_inhalable_dust.pdf>. Acesso em: 11 fev. 2014.

MERIGHI, C.; MAGALHAES, A.; CANDIDO, N.; MELO, D.; ROSA, P.; SUZUKI, C. Experiência da Concessionária Ecovias na utilização da tecnologia do asfalto morno com adição de borracha. In: 41a RAPv Reunião Anual de Pavimentação, 2012, Fortaleza. 41a RAPv Reunião Anual de Pavimentação, 2012.

MERIGHI, C. F. Estudo do comportamento de misturas asfálticas mornas em revestimentos de pavimento com adição de borracha moída de pneu. 201 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, 2014.

MOTTA, R. dos S. Estudo de misturas asfálticas mornas em revestimentos de pavimentos para redução de emissão de poluentes e de consumo energético. 229 p. Tese (Doutorado) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, 2011.

NIOSH 5042. Benzene-soluble fraction and total particulate (asphalt fume). Atlanta, 1998. Disponível em . Acesso em: 18 jul. 2013.

NIOSH Hazard Review. Health Effects of Occupational Exposure to Asphalt. Cincinnati, Ohio, 2000. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2017.

NIOSH 1500: Hydrocarbons, BP 36o-126ºC. Atlanta, 2003. Disponível em: . Acesso em: 11 fev. 2014.

PROWELL, B. D.; HURLEY, G. C.; FRANK, B. Warm mix asphalt: Best practices. National Asphalt pavement association – NAPA. Quality Improvement Publication 125. Lanham, 2012.

RODRÍGUEZ-ALLOZA, A. M., GALLEGO, J. PÉREZ, I.; BONATI, A.; GIULIANI, F. High and low temperature properties of crumb rubber modified binders containing warm mx asphalt additives. Journal Construction and Building Materials 53 – p. 460-466, 2014. DO: 10.1016/j.conbuildmat.2013.12.026.

RUBIO, C. R.; MARTÍNEZ, G.; BAENA, L,; MORENO, F. Warm mix asphalt: an overview. Journal of Cleaner Production 24, 76-84, 2012. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2011.11.053.

RUBIO, M. C.; MORENO, F.; MARTINEZ-ECHEVARRIA, M. J.; MARTINEZ, G.; VAZQUEZ, J. M. Comparative analysis of emissions from the manufacture and use of hot and half-warm mix asphalt. Journal of Cleaner Production 41- p. 1-6, 2013. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2012.09.036




DOI: https://doi.org/10.14295/transportes.v25i4.1055

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 Cecilia Fortes Merighi, Carlos Yukio Suzuki

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

TRANSPORTES (ISSN: 2237-1346) é uma publicação da ANPET - Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (www.anpet.org.br)